Quando um empreendedor decide transformar sua marca em uma rede de franquias ou o investidor decide empreender se tornando um franqueado dessa marca, muito especula-se acerca de quais as taxas deverão ser pagas para que a negociação ocorra de forma legal e proporcional a cada negócio.

Uma das principais é a taxa de franquia, que é o valor pago pelo franqueado na assinatura do contrato, ou quando acontece a renovação desse acordo.

Mas afinal, o que está incluso nessa taxa?

Por se tratar de um pagamento primordial, o franqueador ao receber o valor, concede o uso da sua marca para o franqueado. Tal como o fornecimento de todo o know-how obtido em seus anos de experiência e ainda a capacitação do franqueado e de sua equipe que irá gerenciar a nova loja, independentemente do tipo negócio.

E por que é tão importante que a taxa de franquia exista?

Suponhamos que você leitor seja um investidor interessado em se tornar franqueado de uma marca que possui renome no mercado. É claro que para chegar ao ápice de suas vendas e possuir todo o valor e visibilidade atual, muitas ações e estratégias precisam ser tomadas até que o negócio se torne sólido.

O fato de poder adquirir uma marca que já possui bagagem e evitar possíveis erros na gestão e administração pode ser um grande impulso para quem está começando a empreender.
Além disso, quando uma marca é anunciada para se tornar franquia, o valor de divulgação em torno da campanha costumam ser valores um tanto altos. Ou seja, para que você consiga encontrar uma marca ideal para seu investimento, muitos outros custos surgirão em torno do direcionamento de sua pesquisa.

E o valor da taxa de franquia, qual é?

Esse valor depende muito do tipo de negócio que está sendo feito. Isso porque, todo o custo operacional varia de empresa para empresa, sendo que em algumas das vezes, esse valor pode ser menor, quando se trata de uma microfranquia.

É necessário reforçar que essa não é a única taxa existente no franchising. Para entender mais acerca disso, fique de olho nos nossos canais de comunicação do GSPP que são constantemente atualizados para que você entenda o processo de franquia da melhor forma. Clique aqui para ler nossos outros artigos.

Boa leitura!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.