Quem é do Rio de Janeiro conhece o açaí com granola, leite em pó, leite condensado, banana, morango…, porém os “toppings” das regiões que se originaram o açaí assustam aqueles que não estão acostumados. Peixe frito, charque, camarão e farinha d’água, são perfeitos para os que vivem na região Norte do Brasil.

A diferença dos acompanhamentos que colocam no açaí entre o Norte e o Sudeste, dividem não só os costumes das regiões, pois historicamente o açaí representa subsistência. Os cariocas abraçaram o açaí junto com a onda fitness, utilizando frutas e até para um lanche de tarde na praia. Já os nortistas, o açaí com farinha de mandioca é o arroz e feijão que juntos, fornecem carboidratos, proteínas, gorduras e vitaminas para aguentar o dia a dia.

No ano 2000, o açaí aventurou-se fora do Norte do Brasil e hoje mais de um milhão de toneladas de açaí é produzido por ano e 95% dessa produção toda vem do Pará. Há 20 anos, essa produção não chegava a 120 mil toneladas e quase tudo ficava no Estado. Hoje o consumo no Pará ainda é gigantesco, 60% de todo o açaí do mundo é consumido no Estado, 30% pelo restante do país e 10% atravessam as fronteiras do Brasil.

O Rio de Janeiro é o maior consumidor da fruta do país, claro, perdendo somente para o Pará onde o açaí faz parte da cultura gastronômica sendo consumido diariamente pela maioria da população. A aceitação do produto é tão grande que, segundo a Central de Abastecimento do Rio de Janeiro (CEASA-RJ), mais de 300 toneladas do açaí foram distribuídas para os comerciantes em 2012.

Agora que você já sabe como começou a história do açaí e que a fruta é sucesso no Brasil e no exterior, entenda agora por que essa fruta do Pará saiu do prato do Norte do país direto para as praias e academias do Rio de Janeiro:

Alimento superenergético

Aqui entendemos o motivo da fruta fazer tanto sucesso entre o pessoal fitness pois o açaí é rico em energia e bem útil para repor o que foi perdido após as atividades físicas.

Açaí tem muita fibra

Para aqueles que tinham medo de que o açaí engorda, se você consumir a fruta de maneira correta, ignorando os toppings calóricos, você terá uma fonte de fibra que combate a obesidade. E traz a sensação de saciedade, inibindo o comportamento de comer compulsivamente.

Combate o envelhecimento

O açaí tem grande quantidade de antioxidantes e é capaz de retardar o envelhecimento.

Equilibra o colesterol

Dentre diversas vitaminas, o açaí também tem antocianinas que atuam diretamente nas placas de colesterol que se fixam nos vasos sanguíneos.

Bom para o coração

A fruta evita a degeneração das células que podem causar doenças nos vasos sanguíneos e eleva o fluxo sanguíneo bombeado pelo coração.

Quase um analgésico

O açaí é rico em cálcio e fósforo e assim, o consumo da fruta evita lesões musculares, dores, anemia, câimbras e qualquer reação negativa do corpo após exercícios físicos. Excelente para quem tem uma rotina intensa em academias e treinamentos aeróbicos.

Anticorpo

Forte presença de vitaminas C e E que são antioxidantes, evitam desgaste das células, aumentando assim sua capacidade de se proteger de doenças.

Você já conhecia esse universo do açaí? Que tal colocar essa fruta popular do Rio de Janeiro no seu plano de empreendimento? Conheça o Açaí Box e seja um franqueado dessa marca já consagrada na cidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.