O termo “franchising” é bem utilizado entre os empreendedores ou até mesmo aqueles que desejam empreender. Sonho de muitos, entrar numa rede de franquias é de fato, algo grandioso para os investidores. Porém são poucos que se aventuram no ramo, alguns por medo, outros por falta de informação.

Afinal, como funciona o sistema de franchising?

É um modelo de negócio já consolidado do mercado que pode ser replicável, ou seja, expandir sua marca utilizando outros gestores que estavam interessados em investir capital e mão de obra. É uma maneira prática para ambas as partes, pois o investidor já utiliza uma marca já pronta para uso e que os clientes já conhecem e o franqueador tem a oportunidade de ver sua marca sendo expandida para outros territórios e com ganhos extras.

Há quem pense que franquias só se aplicam com grandes marcas, como Starbucks, McDonald’s e Renner, por exemplo. As micro franquias são bastante populares, segundo a ABF (associação Brasileira de Franchising), existem mais de 3 mil empresas de pequeno porte operando em franquia, com investimento inicial de 80 mil reais.

A lei No. 13.966/2019 (Nova Lei de Franquia) que entrou em vigor em Março de 2020 e protege os envolvidos na negociação. Ela aborda tópicos como prazo de assinatura de contrato, multas (principalmente para descumprimento de regras), capacitação e suporte ao franqueado e consultoria de campo – para o franqueador visitar o franqueado para verificação de qualidade de produtos e outros aspectos.

A importância da Lei de Franquia é para garantir que o franqueador possa oferecer todo seu know-how ao franqueado para que ele possa dar continuidade nas operações da marca sem que um lado tire vantagem do outro ou qualquer tipo de atitude indevida, por exemplo, o franqueado querer abandonar a franquia para montar um negócio próprio utilizando toda a expertise adquirida na franquia e assim, se tornando um concorrente direto.

Quais são os formatos de franquias?

Há diversos formatos de franquias reconhecidas pela Lei da Franquia, mas vamos pontuar aqui as mais populares.

Microfranquias

São aquelas franquias mais baratas no mercado. Indicado para quem não possui muita experiência no ramo. Algumas inclusive nem exige a presença do franqueado, podendo administrar seu negócio somente via web. O investimento inicial geralmente fica entre 500 reais até 80 mil. Dependendo do formato da franquia e o setor que ela atua.

Unidades móveis

Talvez o formato mais acessível. Não só de valor, mas de logística e operação. São conhecidos como unidades móveis o food truck, bikes e carrinhos de lanche… geralmente as unidades móveis atendem o setor alimentício, salvo raras exceções. Uma grande vantagem desse formato é a locomoção, onde você pode atender diversos tipos de público em vários lugares diferentes.

Quiosques e containers

A operação take and go (pague e leve) é bem comum neste formato, claro, há também aqueles que oferecem espaço para o consumo no local, mas a ideia é que a logística seja feita da maneira mais simplificada possível, enfatizando o delivery. A vantagem desse formato é a fácil adaptação do espaço utilizado, podendo ficar externamente ou dentro de alguma galeria ou shopping center.

Lojas

O formato mais comum e talvez a primeira opção quando se pensa em franchising. Geralmente com um investimento mais elevado, e também com marcas mais conhecidas. Há uma preocupação maior com o planejamento, pois algumas marcas exigem alguns critérios específicos como espaço, logística, operacional… sem dúvida é o setor onde se exige mais maturidade comercial, porém é onde se tem a experiência mais completa. Há casos em que o franqueado consegue ter sua segunda unidade de sua loja em um formato menor por se sentir seguro e utilizar sua experiência inicial como case de sucesso e levar para sua unidade secundária seus erros e acertos.

O franchising atua em todos os setores sem exceção. Desde loja de brinquedos até boates, clínicas de estética ou fast foods, uma marca bem consolidada no mercado tem grandes chances de sucesso ao se tornar franquia. O fortalecimento é natural, pois os clientes veem essas marcas se expandindo com uma visão extremamente positiva.

Como ser franqueado?

Se você já conhece o seu perfil de empreendedor, saiba que já está no caminho certo. Principalmente se for no ramo da qual você se identifique. Tem uma loja que visita com frequência? Costuma consumir os mesmos produtos daquela marca? Que tal pensar nela como empreendedor? Claro, há fatores complexos a se pensar e ter uma consultoria para te orientar, ajuda bastante a tirar suas dúvidas e te colocar no caminho certo.

O GSPP tem uma consultoria completa para você que deseja ser o franqueador do seu negócio ou adquirir uma franquia disponível em nosso portfólio. Temos diversas opções em vários segmentos para você escolher.

2 thoughts on “O que é Franchising?

  1. Reinaldo Galendi says:

    Boa tarde Leandro…parabéns pela apresentação dos conceitos relacionados ao franchising…muito esclarecedores. Se me permite, incluiria o conceito de “Dark Kitchen” (sistema Delivery), com excelente potencial e crescendo rapidamente no mercado. Um abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.