Por Trás do GSPP: Jussara Nova Raris

Jussara Nova Raris, nossa gestora de shopping center, é a segunda sócia entrevistada na série “Por trás do GSPP”.  Confira:

Como conheceu o GSPP?

Sempre trabalhei no setor varejista e o GSPP é uma empresa bem conhecida neste ramo. Devido à sinergia nas atividades que praticávamos, a de Shopping e Franquias, eu costumava participar dos eventos de varejo promovidos pela casa e, também, de encontros com os sócios.

Quando surgiu a oportunidade de integrar o time, entendi que era o momento de ampliar o meu campo de atuação já que, além de aplicar na prática a minha experiência profissional, poderia adquirir novos aprendizados.

   
Fale um pouco da sua trajetória profissional até chegar ao GSPP?

Toda a minha trajetória profissional foi em Shopping Center. Trabalhei no Plaza Shopping Niterói, Norte Shopping, São Conrado Fashion Mall, Rio Plaza, Ilha Plaza e Barra Shopping

e nos mais diferentes cargos: de Gerente à Diretora e Superintendência.

Como a sua experiência em shoppings agrega ao nosso negócio?

Quando o assunto é varejo – shoppings e lojas (franquias ou não) – o maior desafio é a gestão de pessoas: estar atento às mudanças e estar preparado para lidar com qualquer adversidade.
A minha vivência na área me trouxe mais visão de mercado e mais capacidade de superar desafios de forma eficiente, além do entendimento de que, no mundo em que vivemos, é preciso estarmos constantemente atualizados.

Qual o segredo para uma gestão eficiente de shopping Center?

O segredo é entender que, por trás dos resultados, há uma cadeia de agentes que contribui para a excelência e a eficiência de um shopping center: os empreendedores, os proprietários das lojas, a equipe da administração e das lojas e os consumidores finais.

A gestão adequada de todos esses stakeholders contribui para uma boa gestão administrativa e é a melhor maneira de alcançar resultados concretos.

Os recentes acontecimentos causaram impactos profundos nos shoppings de todo o Brasil. Como você enxerga o futuro dos shoppings?

As mudanças na comunicação, na educação e nos hábitos de consumo de produtos e serviços já vinham ocorrendo. Os recentes acontecimentos contribuíram ainda mais para essa aceleração e para a consequente digitalização do varejo.

Os shoppings que já se perguntavam como se manter relevantes, agora, mais do que nunca, buscam essa resposta promovendo mudanças significativas na relação com o consumidor.

Auxiliados principalmente pela tecnologia, muitos empreendimentos estão entendendo que não há mais a separação entre o físico e o virtual, mas sim uma integração – a realidade figital, que está muito mais dinâmica. O shopping expande seus limites físicos e de horários e conseguimos notar essa mudança através do delivery, aplicativos, integração de sites e lojas e por aí vai…

Mais mudanças ocorrerão.  É preciso que os gestores estejam atentos.

Gostou da entrevista? Deixe seus comentários na publicação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *